Redes sociais: "Esta É A Guerra Do século XXI" 2

Redes sociais: “Esta É A Guerra Do século XXI”

Audiência Nacional. A notícia veio como uma machadada e o seu impulso foi o de contá-la agora. Lembrou-se, em vista disso, que tinha uma conta no Twitter aproximadamente desactivada e a utilizou pra irradiar ao universo o que estava acontecendo pela cadeia. Naquele dia começou com um encontro entre o jornalista -bregada em mil lutas como equivalente em Paris, primeiro, e depois, como especialista em tribunais – e esse monstro indomável da comunicação que constituem hoje as redes sociais. A cobertura das mobilizações em redor do 15M que Carmela Ríos fez com seu celular foi descoberta em o que é já denominado como ‘algumas enredos’ e lhe rendeu o Prêmio Ortega y Gasset de jornalismo digital.

“São uma ameaça, sobretudo, em razão de nos obrigam a dar a volta a tudo o que sabia fazer e adquirir recentes competências. O Mundo da Andaluzia, com o patrocínio da Telefônica e da colaboração da Fundação na localidade metropolitana da capital. “E como estão incorporando os meios espanhóis a essa revolução?

< / p>“, pergunta o relator Rafael Cassetetes, diretor de O Mundo de Andaluzia. “Titubeando”, responde Carmela Ríos, e o justifica, acrescentando que os cabeçalhos que apostaram na transformação foram forçadas a fazer “autênticos avanços” nos seus modelos. “Mas nem os meios que são nativos digitais estão espremendo todo o potencial das novas ferramentas digitais. Efetivamente, a maioria foi copiado da história dos meios de comunicação convencionais”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima