O Primeiro Herói Do Everest Catalão 2

O Primeiro Herói Do Everest Catalão

Agora campa à persistência dos Pirenéus, onde foi aberto mais de uma centena de vias de escalada, e por muros de todo o mundo para saciar a tua outra paixão, as viagens. Você que, junto com seus companheiros de expedição, esteve quase sozinho no Everest, O Que, de algum jeito, ele ridiculariza o Everest, o tornam uma atração. Eu, que existem muitos anos, estive lá eu vejo como é imediatamente e não acabo de assimilar por que é que você vai conosco. Bem, sim entendo, vão por ego e expressar que estiveram no Everest.

Efetivamente, antes se dava de uma permissão por emissão e por temporada e isto significava que iam só os alpinistas mais comprometidos. As vias normais do Everest tecnicamente não são difíceis, são fáceis se não houvesse o fator altura. Tivemos que sair do saco e nos vestimos pelo motivo de pensamos que o vendaval arrancava da loja. Tirar a cabeça para fora e não acompanhar nada… acojona, contudo se você vê lojas por todos os lados o compromisso não é o mesmo. Nesses dois anos que foram ao monte Everest estavam sozinhos. Em 1983, havia uma expedição, porém nós não concordamos com eles, nem sequer no campo base, eles estavam na planície de Rongbuk, entretanto mais remoto.

  • 4 Dicas para perder peso obviamente
  • treze de agosto, 2018 às 6:Trinta e três am
  • três saltos em guarda, joelhada e direito
  • Benefícios psicológicos de fazer desporto
  • Dilvish 19:Dezesseis 18 janeiro 2007 (CET)
  • 4 Regras 4.Um Resultado do jogo

Ficava às vezes pra jogar cartas. Nós estávamos a caminho normal da face norte e eles pelo corredor Norton, mais ao norte. E matavam o tempo jogando cartas. Lembro-Me de que o líder era Romolo Nottaris e que Jean Troillet era um dos integrantes desta expedição.

No de 1985, tinha acabado de comparecer de uma expedição japonesa que aguardava que nós marcháramos. Custava muito, muito que te deram permissão, o pedías e podiam até sete anos em aprobártelo. Essa expedição, em 1985, foi histórica. Toni Sors, Òscar Cadiach e Carles Vallès se erguiam como os primeiros catalães que coroados o Everest.

O outro dia me deparei com Jordi Canals e Ton Ricart, que também estavam nessa expedição, e conversamos sobre isto os detalhes que imediatamente nem sequer me lembrava. O herói daquela expedição foi Narayan Shrestha, um dos sherpas que chegou ao ápice com Toni, Òscar e Carles.

“Para mim é um herói. Narayan havia chegado ao topo, estavam descendo e bivaquearon a cerca de 8.600 metros. Cadiach e Vallès amanecieron com dificuldades. Sorts e Narayan continuaram descendo, e ao cabo de um tempo pegou uma garrafa de oxigénio, que haviam deixado lá de um ataque ao cume anterior e subiu pra Cadiach e Vallès.

após o empenho do alto e do bivac cobrado com o oxigênio… Para mim é um herói. Se não o tivesse feito, ninguém o tivesse criticada e este oxigênio lhes deu a vida, subiram e desceram. A mim me pareceu fantástico pelo motivo de, algumas vezes, nem ao menos os próprios colegas o executam em razão de vão ao limite. Sim, é um feito de vasto generosidade.

Fiquei impressionado com a sua nobreza. Infelizmente, Narayan morreu pela expedição catalã ao Everest pela aresta oeste de 1989. Um dia o alcançou, no interior de tua loja, no campo III, a 7.Trezentos metros. Uma das grandes diferenças entre essa época e a atual é que, já, queremos tudo rapidamente, já, e isso se reflete na montanha. Sim, quer escalar as quatrorze montanhas com mais de 7 meses, de momento foi coroado o Annapurna, o Dhaulagiri, o Kanchenjunga, o Everest, o Lhotse e o Makalu em somente 31 dias e já está no Nanga Parbat.

Espera introdução de mais doações por intermédio de uma campanha de micromecenato pra completar teu projeto. Não é o único que recorre ao crowdfunding pra financiar seus projetos. Parece que toda e qualquer desculpa é legal para que a tua aventura, seja ou não expressivo, se sai sem custo. Nesta temporada, apenas dois, de acordo com Billi Bierling, a nova “venda” do Himalaia, que comentou também nesta seção. Às vezes penso que a responsabilidade é da imprensa, o Everest, se somente se explicarão as atividades que são relevantes? Que se formem filas de 8.700 metros e que faleceram onze pessoas, várias delas por causas decorrentes de tua pouca preparação ou adaptação à altitude é notícia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima