Deve Escócia Ser Um País Independente? 2

Deve Escócia Ser Um País Independente?

Escócia (em inglês e escocês: Scotland; em gaélico escocês: Alba) é a mais setentrional das 4 nações constituintes do Reino Unido. Juntamente com a Inglaterra e no país de Gales, faz fração da ilha da Grã-Bretanha, abrangendo um terço de tua população; também, é composto por mais de 790 ilhas. Limita-se ao norte e oeste com o oceano Atlântico; a leste com o mar do Norte, com a Inglaterra ao sul e ao sudoeste com o canal do Norte e pelo mar da Irlanda. 67,nove km2.

a capital é A cidade de Edimburgo, durante o tempo que que Glasgow é a superior cidade e a sua área metropolitana concentra 40% do total da população escocesa. A escócia tem o nome de “Scotus”, termo em latim que significa “irlandês” (o plural é “Scoti”, “irlandeses”). Isso faz referência aos colonizadores gaélicos da Irlanda, país que os romanos inicialmente chamaram de “Scotia” (forma feminina de “Scotus”).

Os irlandeses que colonizaram a atual Escócia eram populares como “Scoti”. Os romanos da Idade Média usavam o nome “Caledonia” para dizer-se à atual Escócia. O Reino da Escócia foi um estado independente até 1707, data em que foi assinado o Ato de União com a Inglaterra, para construir o Reino unido da Grã-Bretanha. A união não implicou variação do sistema fantástico respectivo, pela Escócia, que desde dessa forma tem sido desigual do nação de Gales, Inglaterra e Irlanda do Norte, o que é considerada pelo direito internacional como uma entidade jurídica distinta.

A sobrevivência de umas leis próprias, e de um sistema educativo e religioso diferenciado fazem porção da cultura escocesa e do teu desenvolvimento no decorrer dos séculos. A Crônica anglo-saxã do século X é o documento mais antigo em que aparece o termo Scotland, formado por meio do termo latino Scoti, de origem duvidosa, empregado como uma fonte pros habitantes de Hibernia (atual Irlanda). A palavra Scotia, aparecida em latim vulgar, foi utilizada somente para citar-se à área da Escócia, em que se falava gaélico; ademais, este termo nasceu com a Albânia, proveniente do termo gaélico pra Escócia, Alba.

  • = American Staffordshire terrier
  • Guindaste custa 500 000 moedas e te oferece 150 XP ou 2 cartas da sorte
  • Meg Ryan, “When Harry Met Sally’
  • Em Portugal estreou em vinte e dois de março de 2013
  • trinta-réis-escuro boba, Anous stolidus (A)

O emprego do termo Scotland pra conferir-se a todo o território escocês, somente generalizou-se pela baixa Idade Média. Nos tempos modernos, o termo Scot aplica-se a todos os habitantes da Escócia, independentemente da sua origem étnica, porque a identidade escocesa é primordialmente cívica e não étnica ou lingüística.

O termo scot assim como é utilizada para se conferir ao idioma escocês, falado em outras áreas dos Lowlands ou Terras Baixas Escocesas. O lema nacional é Nemo me impune lacessit, que poderá ser traduzido como “Ninguém me fere impunemente”, e que, por tua vez, se relaciona com o cardo. A canção Flower of Scotland é popularmente considerada como o hino nacional da Escócia, competindo com Scotland the Brave.

A comemoração nacional da Escócia é o “Dia de San Andrés”, no dia 30 de novembro, mas a Burns Night, ou Noite de Burns, consumada no dia vinte e cinco de janeiro em homenagem ao poeta nacional, Robert Burns, tem um superior acompanhamento. O “Dia do Jogo” é mais uma celebração de invenção recente, e originária do Canadá. Em 2007, o Parlamento da Escócia aprovou o decreto oficial que o Dia de San Andrés passava a ser bank holiday, dia de feriado. É desconsiderado se Escócia foi habitado durante o Paleolítico, já que as sucessivas glaciações, que cobriram o território atual poderiam ter arrebentado todas as evidências de assentamentos humanos anteriores ao tempo Mesolítico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima