As Propostas De Sanchez Para Apoiar A Sua Investidura, Uma A Uma 2

As Propostas De Sanchez Para Apoiar A Sua Investidura, Uma A Uma

O presidente do Governo em funções, Pedro Sánchez, iniciou o seu discurso de investidura, sem ter resolvido o acordo com a Unidas Podemos que lhe permita sequer ser eleito em segunda votação, nessa quinta-feira. De fato, o candidato socialista parece tê-lo quase tão complicado como o de sexta-feira, antes da passagem junto a Pablo Iglesias, depois de dominar as queixas da formação, a morada a respeito da negociação em andamento. A direção podemita a crítica de que, salvo o excelente tom, o PSOE não deu nenhum passo pra negociação, em razão de só lhe ofereceram responsabilidades simbólicas. E sublinham que se recusam a criar este artigo nem ao menos um único ministério, a partir dos quais poder desenvolver as políticas sociais que eles desejam.

“No passado dia vinte e oito de abril e 26 de maio, os cidadãos quiseram acompanhar em frente e não conceder um passo para trás”. “Os 2 partidos conservadores e de ultra direita foram institucionalizados a foto da praça de Colón”. “Eu estou propondo que a Espanha tenha Governo, que tenha oposição, que a Espanha, em suma, não fique bloqueado”.

“O mundo não é pros adolescentes sobrecarregados na carestia da moradia não desaparecem porque não há Governo em Portugal. A solidão de muitos idosos que sofrem em muitas cidades e vilas do nosso povo não deixa de sufrirse por que não ter um governo no nosso povo. E aqueles que recomendaram um milhão de assinaturas no Congresso para poder morrer dignamente exigem uma resposta”. “Já passou bastante tempo, contudo o ritual regrado da investidura continua o mesmo”.

“O postagem 99 da Constituição precisa ser atualizado. Com uma votação basta. Os cidadãos não devem sofrer nunca mais a ameaça de uma repetição eleitoral”. “Um novo pacto de Toledo, que salvaguarde as pensões”. “A realidade do mercado de trabalho faz com que os espanhóis sofrem precariedade de trabalho, e esta se traduz na vida de permanente indecisão.”

  • Vezes que é partilhado
  • No caso do Distrito Federal, da Universidade Autônoma da Cidade do México
  • dois Planejamento de cenários
  • 27 de fevereiro[editar]

“Um 21,7% dos postos de trabalho do país estão em traço de automação”. “O desafio: emprego digno numa economia sustentável e protegendo o sistema público de pensões”. 1.-Um novo estatuto dos trabalhadores no pequeno tempo possível. 2.-O primeiro estatuto do bolseiro.. 3.-Plano estratégico pro retorno do talento.

4.-Reordenação e simplificação dos subsídios de desemprego. 5.- Regime especial para os trabalhadores autônomos em negociação pelo que realmente entram. 6.-Racionalização dos horários. 7.-Pacto de rendimentos para a igualdade entre homens e mulheres. 8.-Reforçar o suporte social das empresas. “Proponho um pacto pra elevar o gasto educacional por 5% do PIB, a média dos restantes países europeus, independentemente do tempo econômico e da cor do Governo”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima