Ao Finalizar O Estudo 2

Ao Finalizar O Estudo

Os pesquisadores têm encontrado o possível dispositivo que explicaria por que usar o aspartame, um adoçante artificial com um poder adoçante 200 vezes superior que o açúcar, não socorro a perder calorias. Em especial, descrevem como uma de tuas moléculas, a fenilalanina, inibe a ação de uma enzima que impede a síndrome metabólica (um grupo de sintomas associados com a diabetes tipo 2 e doença cardiovascular). A equipe demonstrou a tua suposição, com diversos experimentos. Primeiro, comprovaram que a atividade da FIA é reduzido no momento em que a mesclado com uma bebida com aspartame, mas permanecia intacta se misturava a um refrigerante açucarado.

Também confirmaram, em ratos, que quando inyectaban aspartame nas áreas do intestino, onde se produz a enzima, esta rua-se prejudicada a tua actividade. Entretanto, mantinha tuas propriedades quando se aplicava uma solução salina. Para melhor ilustrar os efeitos do consumo de bebidas ou outros produtos com esse adoçante, realizaram um acompanhamento a 4 grupos de ratos durante 18 semanas.

Dois grupos foram alimentados com uma dieta normal, porém em um deles bebiam água com aspartame e em outro, água corrente. Os outros dois grupos foram divididos da mesma maneira, contudo seguiram uma alimentação rica em gorduras. Ao finalizar o estudo, havia pouca diferença de peso entre os ratos que seguiram a dieta normal. Porém, entre os roedores que receberam uma dieta alta em gorduras engordam mais os que receberam aspartame que os que tomaram água corrente.

Ademais, os 2 tipos de dieta, aqueles que lhes tocou ingerir água com aspartame tinham níveis de açúcar no sangue mais elevados do que os que não tomaram o adoçante, o que sinaliza uma intolerância à glicose. Da mesma forma, indicaram níveis mais elevados de uma proteína inflamatória no sangue, que aponta algum tipo de inflamação sistêmica relacionada com a síndrome metabólica. “As pessoas não entendem por que estes adoçantes artificiais não funcionam. Há várias evidências de que aumentam o apetite e se relacionam com um maior consumo de calorias. Nossos achados podem auxiliar a esclarecer por que teu uso é contraproducente”, sinaliza o douto Hodin. Não é a primeira vez que uma pesquisa coloca-se contra as cordas que os adoçantes artificiais.

  • Tonificar seus músculos
  • Contratura ou rigidez da articulação comprometida
  • 200 g de espargos de lata, com molho vinagrete
  • 2 Café da manhã saudável #2
  • Dieta da maçã
  • 10 Mountain climbers
  • Mais atividade física

Mas não é desse jeito. Sua mãe não pensava na perda de gordura quando te ensinou a comer. Esta é a forma de ingerir para ter uma cintura mais fina: – Come com regularidade. Não nos referimos às seis pequenas refeições ao dia, que você ouviu, mas falamos de 3 refeições de tamanho aceitável e 2 lanches.

Quando você ingere 6 pequenas refeições ao dia o seu corpo humano constantemente produz insulina, o que sobrecarrega o pâncreas e o fígado; além do mais, nunca se sente feliz por completo. Assim que inclui lanches a tua dieta. Come lentamente. Mastiga bem os alimentos. Deixe o garfo entre cada mordida. Quando você come muito rapidamente, seu organismo se empolga tanto que se esquece de dizer que está cheio. É Por isso que precisa doar-lhe tempo de lembrar tudo o que ingere.

Comer em um prato pequeno. Trata-Se de uma ilusão de óptica. Qualquer coisa que esteja diante de ti, seu cérebro vai desejar comê-lo. Assim que enche um prato mais menor e comerás menos como por arte de magia. Não faça várias coisas ao mesmo tempo. Se você consumir na frente do refrigerador, teu cérebro não registra como uma refeição inteira. Assim que sente-se. Concentre-se.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima